quarta-feira, 21 de outubro de 2009

canção dos namoradinhos

quando ela pulou de dentro daquele foguete
que a levava só Deus sabe onde
ela caiu direto na cama dela
e seu namoradinho tocava leoni.

a voz dele era rouca e o sono dela pesado
ela disse ainda duas palavrinhas
antes de boa noite, namorado.

do meio do sono, ela acordou de repente
estava delirante, eu acho
mas ele disse fica comigo pra sempre

ela que sempre fala dormindo
disse que precisava ir embora
se arrastando devagarzinho
se armou de duas sacolas

ele a puxou pelo braço
ela bocejou mais um pouquinho
qual foi o sonho, pequena?

Acho que eu era um passarinho.

ele riu pra dentro e deu-lhe um beijinho
então volta, pequena
volta pro ninho...


[Fernanda]

7 comentários:

Darla disse...

amiga...me emocionei com essa verdade tão pura, tão da alma, cheio de melodia e que foi ritmado com seu coração.
lindo
lindo
lindo
e cheio de pureza.

Fran* disse...

Docinho, como tudo o q aqui encontro.
Lindo, suave, de um encanto gigante.Me fez suspirar e pensar em coisas boas.
Grande beijo, menina provocadora de sorrisos =)

MariaClara disse...

Adorei e já estou te seguindo! Lembrei do poema Pássaros de Mário Quintana. E "os passarinhos sempre retornam ao ninho enquanto ele estiver feito!"
Parabéns

Carol Freitas disse...

Fernanda,

Entrei no seu Blog apenas para agradecer sua visita ao meu, e eis que me encanto com o encontro!
Sua poesia é linda! Cheia de leveza e sensibilidade.

Certamente, passarei por aqui mais vezes =)

Beijo!

Ana Raquel disse...

Que lindo Fernandinha! Tirando a caneca, ainda não tinha visto textos seus... adorei!

Beijos, beijos!
kekel

Fay disse...

lindo demais!!!

Mari Siqueira disse...

VOcê escreve como uma leveza tão perfeita.. realmente uma prosa doce e que soa gostosamente. Amei seu blog .. e já o sigo. Por favor, visite o meu → http://mariisiqueira.blogspot.com