segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Ao que passava,


Eu sei, você não me conhece.
Permita-me chamar-lhe Álvaro
[meu heterônimo favorito de Pessoa]
Permita-me que faça-lhe um convite
Pode sentar aqui um pouquinho?

Prometo ser breve como sua passagem
Não, não diga nada.
Nunca ouvi sua voz e temo por ela.
Gosto de vê-lo mudo.
Sua imagem foi criada assim.

Permita-me ser direta
e despretensiosa.
Senão pelo propósito de que saiba:
admiro sua passagem
e seus olhos...

Seus olhos são como obscuros e simples
e sérios.
Gosto deles.

Não peço nada, além de que me escute.
Nada ofereço e nem venho buscar.
Ah, passageiro!
Se soubesse que por seus olhos dei a você um codinome!

Não, eu não gosto de você,
Não romanticamente
e tampouco platonicamente.
Não o conheço
Não se gosta do que não se conhece,
não é?

Não é uma pergunta.

Agora, passageiro, estou de partida
[só parece melancolia, mas não é]
É simples,
para que você saiba:

Que seus olhos, passageiro, me fizeram bem.
E que sim, eu não o conheço
Será sempre “aquele que passava”

Que seus olhos, passageiro, me fizeram bem
e que eu não o conheço,
mas sonhei contigo e, no meu sonho, você falava


Que seus olhos, passageiro, me fizeram bem
e que eu não o conheço,
mas acho que sentirei saudades...

E a gente pode sentir saudades do que não conhece?
Eu me perguntei.



[Fernanda]

Um comentário:

Benet disse...

E aí Fernanda Como Andas ???

A Darla comentou comigo q vc tinha um blog...então tive q vir aqui conferir...
Bem na verdade não...não foi apenas pq ela falou q vc tinha um blog, que me fez vir aqui. Na verdade acabei de ler o ultimo poema q ela escreveu...e eu sempre fico maravilhado com as fotos que ela coloca em cada poema(inclusive o seu tb tem belas fotos)...Bom como não podia ser diferente...neste ultimo poema que li tb fiquei maravilhado com a foto(A garota desenhada a Lápis)...´não só pelo fato de ser linda mas tb pq tive a oportunidade de pelo menos trocar breves palavras...e conhecer um pouco desta pessoa. Mas só isto não foi o suficiente, então tive q vir aqui e escrever-lhe algo...este sim é o verdadeiro motivo da minha vista.
Gostei de vir e conhecer um pouco mais da garota da foto desenhada a lápis.

Espero que tenha um Feliz Natal...E um Próspero Ano novo...

Abraços